post

Utilizador Pagador – Diálogo Inteligente com o Estado

Ora aqui está um diálogo inteligente com o Estado 🙂

Diálogo inteligente com o Estado

Contribuinte: Gostava de comprar um carro.
Estado: Muito bem. Faça o favor de escolher.
Contribuinte: Já escolhi tenho que pagar alguma coisa?
Estado: Sim. Imposto sobre Automóveis (ISV) e Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA)
Contribuinte: Ah. Só isso.
Estado: E uma “coisinha” para o pôr a circular (selo)
Contribuinte: Ah!
Estado: E mais uma coisinha na gasolina necessária para que o carro efectivamente circule (ISP)
Contribuinte: Mas sem gasolina eu não circulo.
Estado: Eu sei.
Contribuinte: Mas eu já pago para circular.
Estado: Claro.
Contribuinte: Então vai cobrar-me pelo valor da gasolina?
Estado: Também, mas isso é o IVA. O ISP é outra coisa diferente.
Contribuinte: Diferente?
Estado: Muito. o ISP é porque a gasolina existe.
Contribuinte: Porque existe?
Estado: Há muitos milhões de anos os dinossauros e o carvão fizeram petroleo. E você é que paga.
Contribuinte: Só isso?
Estado: Só. Mas não julgue que pode deixar o carro assim como quer.
Contribuinte: Como assim?
Estado: Tem que pagar para o estacionar.
Contribuinte: Para o estacionar?
Estado: Exacto.
Contribuinte: Portanto pago para andar e pago para estar parado?
Estado: Não. Se quiser mesmo andar com o carro precisa de pagar seguro.
Contribuinte: Então pago para circular, pago para conseguir circular e pago por estar parado.
Estado: Sim. Nós não estamos aqui para enganar ninguém. O carro é novo?
Contribuinte: Novo?
Estado: É que se não for novo tem que pagar para vermos se ele está em condições de andar por aí.
Contribuinte: Pago para você ver se pode cobrar?
Estado: Claro. Acha que isso é de borla? Só há mais uma coisinha…
Contribuinte: Mais uma coisinha?
Estado: Para circular em auto-estradas
Contribuinte: Mas eu já pago imposto de circulação.
Estado: Mas esta é uma circulação diferente.
Contribuinte: Diferente?
Estado: Sim. Muito diferente. É só para quem quiser.
Contribuinte: Só mais isso?
Estado: Sim. Só mais isso.
Contribuinte: E acabou?
Estado: Sim. Depois de pagar os 25 euros acabou.
Contribuinte: Quais 25 euros?
Estado: Os 25 euros que custa pagar para andar nas auto-estradas.
Contribuinte: Mas não disse que as auto-estradas eram só para quem quisesse?
Estado: Sim. Mas todos pagam os 25 euros.
Contribuinte: Quais 25 euros?
Estado: Os 25 euros é quanto custa o chip.
Contribuinte: Custa o quê?
Estado: Pagar o chip para poder pagar.
Contribuinte: Custa pagar?
Estado: Sim. Pagar custa 25 euros.
Contribuinte: Pagar custa 25 euros?
Estado: Sim. Paga 25 euros para pagar.
Contribuinte: Mas eu não vou circular nas auto-estradas.
Estado: Imagine que um dia quer…tem que pagar
Contribuinte: Tenho que pagar para pagar porque um dia posso querer?
Estado: Exactamente. Você paga para pagar o que um dia pode querer.
Contribuinte: E se eu não quiser?
Estado: Paga multa.

post

O grande cenouras

Foram precisos mais de 5 anos mas finalmente tive a oportunidade de conhecer em pessoa um dos meus primeiros amigos da web, o grande Teotónio Ricardo aka cenourinha, o gestor de projectos do Webtuga. O encontro foi ontem à tarde no Dolce Vita de Coimbra juntamente com a Ana Pereira, uma das moderadoras do fórum.

cenourinha do Webtuga

Este encontro estava combinado à quase 2 meses devido a uma jantarada que ia haver e tinha decidido juntar o útil ao agradável. O jantar acabou por não se realizar por outros motivos mas como já tinha isto marcado na agenda, lá decidi fazer mais de 400 km mesmo que não estivesse em boas condições para ir (fui atropelado esta 4ª feira e fiquei com o joelho esquerdo em mau estado).

Falámos do passado, do presente e do futuro sobre vários assuntos. Debatemos cada um as nossas ideias para os projectos nos quais estamos presentemente envolvidos e as nossas ambições pessoais. Acabou por ser um serão agradável e fiquei satisfeito pelo encontro e ansioso para uma próxima vez. A repetir de certeza 🙂