post

Uma palhaçada

Todos os anos tenho a tradição de ir arranjar uma GameBox e ir ver todos os jogos do Sporting em casa. Estou a iniciar o meu 6º ano consecutivo esta época. Sim, ainda sou daqueles que “acredita” que vai ver um bom jogo de futebol.

Depois da (in)esperada derrota frente ao Feyenoord e do empate amargo frente ao Guimarães, o SCP teve o seu primeiro jogo oficial da época frente ao Twente da Holanda, para a 3ª eliminatória da Liga dos Campeões. Resultado final: 0-0

Imagem retirada do site Record

Imagem retirada do site Record

Foi uma autêntica palhaçada aquilo que vi no estádio hoje. João Moutinho, em conferência de imprensa depois dos jogos contra o Feyenoord e o Guimarães disse: “Já não temos margem para erro”. Curioso um jogador dizer isto logo no início da época. Curioso também o facto de ter falhado um penalty neste jogo. Será que foi uma partida cruel do destino? Ou será que foi propositadamente? – Da maneira como ele vai sempre marcar uma grande penalidade parece que sim.

Paulo Bento disse na antevisão à partida de hoje: temos apenas um mês de trabalho, não esperem por um domínio avassalador. Curiosamente, foi uma partida em que o SCP teve o domínio completo do jogo já que a equipa holandesa (não tem atributos técnicos mas é forte fisicamente e são muitos rápidos) ficou reduzida a 10 unidades a partir dos 24′.

Existem dois factores a considerar:

  1. O Benfica e o Porto começaram mais tarde os seus trabalhos para a nova época e mesmo assim, fazem grandes jogos como se a vida deles tivesse a depender disso. O Sporting vai já com um mês de trabalho e nem atinge 1/4 daquilo que os outros 2 grandes estão a jogar.
  2. Uma das grandes vantagens do SCP era o de ter uma equipa que joga já há muito tempo com o mesmo treinador. Assim, mesmo sem poder comprar jogadores como os concorrentes, teria esta vantagem teórica, que é a da permanência dos actores e da peça. No entanto, não se nota este factor. Parece que esqueceram tudo nas férias e até mesmo da experiência adquirida por três anos seguidos na LC.

É a cassete do costume, passada e repisada há quatro anos. PB disse que “faltou clarividência” após o final do jogo. Pois faltou. Quando não se treina é assim. Não há mecanismos, não há rotinas, não há jogadas estudadas. Não há aproveitamento do espaço em largura e em profundidade. Assim, Sr. Paulo Bento, é muito difícil. Eu tinha vergonha de empatar ou perder a jogar contra 10. Para mim é de uma incompetência gritante. Eu no seu lugar punha o lugar à disposição. Para alguém que está à 4 anos à frente de uma equipa, é muito mau, mas mesmo muito mau, o futebol apresentado.

Classificações dos jogadores do SCP (créditos a Greenheart – concordo plenamente com as notas)

  • Patrício – Dono e senhor da baliza verde branca. Teve 2 intervenções de recurso a salvar o nulo na nossa baliza. Por aqui estamos bem servidos. Nota 4;
  • Pedro Silva – Sem comentários…. Nota muito negativa. Tudo lhe saiu mal. Nota 0;
  • Caneira – Parece que se esqueceu como se joga nesta posição. Fraquissimo. Para sair do onze já. Mal a defender e pessimo a atacar. Nota 0;
  • Polga – Muito trabalho. Demorou a entrar em jogo e assustou quando aos 30” perdeu um lance para um adversário ficando este na cara do golo. Recuperou bem, mas ainda não chega ao nível positivo, o seu tempo de antecipação está a milhas de estar bem. Nota 2;
  • Carriço – O elemento mais consistente da defesa. Não teve medo dos gigantes holandeses. E foi o mais regular. Nota 4;
  • Veloso – O melhor do Sporting. Bem na função de trinco onde apenas lhe faltou mais velocidade. Melhor na posição de defesa esquerdo, onde esteve fantástico a atacar. Nota 5;
  • Moutinho – Falta entendimento com o seu parceiro chileno. Não conseguiu fazer tudo o que nos habituou. Ainda por cima falhou um penalty. Nota 2;
  • Vukcevic – Longe do seu melhor. Pareceu desligado da equipa. Não se mostrou suficientemente eficaz. Perdeu quase todos os lances de ataque. Nota 2;
  • Matias – que é bom de bola, não tenho duvidas, que irá fazer a diferença também não. Tem um lance brilhante aos 88′ que culminou com uma bola no ferro. acredito que de que falar. Nota 3;
  • Liedson – Muito marcado. Não conseguiu ter uma unica chance de golo. Nota 2;
  • Postiga – Ganhou um penalty e nada mais. Nota 1.

Jogaram ainda:

  • Pereirinha – No lugar de Caneira aos 56′. Veio trazer vida ao flanco direito mas não chegou. Nota 2;
  • Yannick – No lugar de Vuk aos 67′. Combinou muito bem no flanco esquerdo com o seu compadre Veloso. Esqueceu-se de ser mais incisivo nas idas para a baliza. Nota 2;
  • Rochemback – No lugar de Pedro Silva aos 76′. Entrou tarde. Oredenou melhor a equipa e tentou que esta não perdesse a cabeça. Continua é muito pesado e sem velocidade. Nota 2.
post

Este domingo Benfica faz simulacro de vitória na Liga Sagres

Este domingo terá lugar, em Lisboa, um simulacro da vitória do Benfica no principal campeonato de futebol português. A exemplo do que acontece com os simulacros de grandes acidentes naturais, coordenados pela Protecção Civil, o Benfica pretende preparar os seus adeptos e a cidade para a eventualidade de voltar a ganhar o campeonato nacional de futebol. Este evento, onde são esperadas mais pessoas do que na última vitória do Benfica na volta a Portugal em bicicleta, obrigará ao encerramento de várias ruas em Lisboa como a 2ª Circular, Av. Lusíada, Av. Liberdade e claro, o Marquês de Pombal.

O novo Hospital da Luz também vai ser palco do simulacro com maior incidência na área de cardiologia e tratamentos de excessos de álcool. O director de comunicação do Benfica, João Gabriel, explicou que o simulacro é muito importante para que os lampiões adeptos encarnados não percam o hábito de festejar o título e para testar que tudo funcionará em caso de eventual futura vitória.

Todo o evento será coberto pela Benfica TV mas apenas com a imagem do José Carlos Soares a relatar os acontecimentos. A saúde do presidente LFV também exige que se vá  preparando estes simulacros.

Pedro Silva atira a medalha ao chão

Em relação à expulsão, compreendo a frustação de um jogador quando sente que foi completamente injustiçado face à VERGONHA que se viu durante o jogo. Apesar de não ter cometido penalty, não pode reagir daquela maneira perante o árbitro, obviamente que será punido severamente (será mesmo?).

Em relação ao deitar a medalha fora, todos os jogadores do Sporting deviam ter imitado o Pedro Silva. Aquelas medalhas demonstram a podridão que vive no futebol português. É triste ver uma palhaçada destas.

post

A arbitragem portuguesa está podre…

Antes demais parabéns ao Benfica por ter ganho a Taça da Cerveja desta época nas grandes penalidades. Quando chega essa altura ingrata do jogo, é mais feliz quem for mais sortudo. Ao Sporting dou os parabéns por ter chegado à final pela 2ª vez consecutiva e ter tido o azar novamente por ter encontrado um super guarda-redes.

Só uns pequenos reparos. Os últimos títulos do Benfica:

  • Taça de Portugal 2003/2004

Lucílio Baptista, expulsa erradamente Jorge Costa e não marca penalty contra o Benfica.

  • Campeonato 2004/2005

Penalties uns atrás dos outros a favor do Benfica, golos irregulares, tranferências de jogos para o Algarve, dois últimos jogos polémicos: Paulo Paraty valida golo irregular de Luisão contra o Sporting, último jogo contra o Boavista, Pedro Henriques marca penalty inexistente a favor do Benfica que dá titulo ao Benfica.

  • Supertaça 2005/2006

Nada a assinalar no jogo contra o V. Setúbal.

  • Taça da Liga 2008/2009

Lucílio Baptista inventa penalty contra o Sporting, permitindo ao Benfica igualar jogo e ganhar nos penalties.

Do que há a destacar esta final da Taça da Liga? Apenas que Portugal vai andar feliz por uns dias esquecendo-se de socratismos, desempregos, problemas financeiros e afins. Não critico a vitória do Benfica. Critico sim, a maneira como obteve essa vitória. Através de um penalty INEXISTENTE onde o próprio fiscal de linha disse que não era e mesmo assim, o senhor Lucílio assinalou.

O jogo foi mal jogado de ambas as partes mas notava-se a garra dos jogadores permitindo ter uma partida mais emotiva. Infelizmente houve foi garra a mais do Derlei (como raio é que ele não levou pelo menos um amarelo?). Se o árbitro tivesse expulso o ninja, o Benfica provavelmente teria ganho justamente. Porém isso não foi assim, a figura da partida foi o quase-reformado Lucílio Baptista, sem sombra de dúvida, a figura do jogo! Desde à dualidade de critérios tanto em faltas, como na mostragem de cartões amarelos, desde a fingir que não viu certos e determinados lances, desde à marcação do penalty inexistente… acho que merece um “7,5” do responsável que o estaria a avaliar. Foi uma vergonha o que se passou! É que se tivesse sido ao contrário, o “setubalense” nunca teria assinalado penalty.

Eu só peço é ao senhor Vitor Pereira, que pelos vistos era o observador nomeado para a partida, para informar o senhor Lucílio de que é melhor pedir a reforma antecipada de árbitro e não apitar a sua última época como árbitro “profissional”. Assim não dá. Se tinham dúvidas da introdução de novas tecnologias, este é um excelente exemplo da vergonha que é a arbitragem portuguesa.

post

A paciência tem limites e a minha acabou hoje

Acabou-se! A paciência tem limites e a minha atingiu hoje o pico! Não nos peçam a nós, verdadeiros Sportinguistas de alma e coração, ao contrário dos que tiveram em campo, que perdoemos estes senhores que sucessivamente tão mal trataram e arruinaram o nosso bom nome. O Sporting não pode tolerar estas tamanhas faltas de profissionalismo, e hoje meus amigos, hoje estes jogadores não foram mesmo nada profissionais, porque ser profissional não é correr, ser profissional é lutar até ao último segundo pelo emblema que representam, e isso não o fizeram de todo…

Vergonha na cara

Desde que sou sportinguista, esta é a primeira vez que me lembre, que tenho tanta vergonha dos jogadores que representam o nosso clube. Ver figuras tristes a serem totalmente humilhados pelo Bayern Munique manchando completamente uma época na Liga dos Campeões onde o Seteporting passou pela primeira vez para os oitavos de final da prova.

Podia estar aqui a alongar-me em críticas ao Paulo Bento, jogadores e direccção porque ainda estou com a cabeça quente e posso vir a arrepender-me de alguma coisa que escrevi mais tarde, mas não queria deixar de partilhar o que sinto. Sinto-me profundamente humilhado, envergonhado e traído por estes imitadores de jogadores profissionais que enxovalharam, sujaram e denegriram o bom nome do Sporting. Tenho vergonha de vocês: não pedia muito, não pedia milagres, apenas pedia profissionalismo, brio e empenhamento!