post

A minha rotina semanal como blogger

Aproveitando a dica do Mário Andrade do MuioMuio, optei também por publicar aqui a rotina semanal deste vosso amigo aqui. Quando digo rotina semanal estou a referir-me àquilo que faço entre as segundas e sextas-feiras da semana, visto que ao fim de semana costumo variar muito.

Rotina diária

06:30-07:00 Despertar da manhã. Tomo banho e preparo-me para sair para enfrentar o trânsito matinal e habitual da ponte 25 de Abril. Tomo o pequeno-almoço e preparo a marmita do almoço e os snacks no período da manhã e da tarde.

07:00-09:00 Parado no trânsito a olhar para as nuvens. Chegada ao trabalho. Durmo uma pequena soneca ao som de umas músicas relaxantes até à hora de entrada para o trabalho.

09:00 Hora de trabalhar. Vejo os meus mails antes de começar efectivamente a trabalhar.

13:00-14:00 Pausa para o almoço. Fico um pouco mais de tempo no computador a ver algumas notícias de sites que costumo visitar regularmente.

14:00 Novamente hora de trabalhar.

18:00-18:30 Saída do trabalho. Se for uma 3ª feira, fico na zona de trabalho visto que é dia de jogo na empresa (19:30 -21:00)

18:30-19:45 Parado no trânsito a olhar para as nuvens. Fico a pensar o que farei nessa noite.

19:45 Vou ao computador (sempre ligado) e vejo quais as principais novidades do dia. Faço alguns Tweets e vejo o que postar nos meus blogs.

20:00 Hora de jantar. Fico a ver televisão enquanto como ou então levo a comida para junto do PC e continuo a surfar na net vendo vídeos do YouTube, entre outros.

20:30 Escrevo posts, converso no MSN, vejo e-mails, faço aquilo que já devia ter feito na semana anterior, mas agora sempre com a televisão ligada a ver qualquer coisa.

22:30 Fico a jogar qualquer coisa na PS2 até me fartar voltando novamente ao computador e continuar a perder-me no mundo da web. Fico a ver os Animes do dia.

00:30-01:30 Hora de dormir que já se faz tarde. Fico a ver CSI ou NCIS até adormecer profundamente.

A rotina em si é variada, mas isto é o que normalmente faço. E agora citando o Mário:

Agora que partilhei a minha rotina diária, gostava de conhecer a tua. Escreve um post, deixa comentário partilha como é o teu dia a dia e como enquadras o teu blog ou os teus blogs nessa rotina. Terei todo o gosto em conhecer o teu dia a dia. Quem sabe não surgem novas ideias.

Então vamos lá ver se alguém tem a pachorra de me dizer 😀

post

O segredo é a paciência

Paciência

Uma das grandes leis da blogosfera é ter paciência. Tenho visto muitas pessoas que criam um blog e esperam ser reconhecidos logo no momento e, ao fim de para aí 5 dias, acabam por ver que afinal ser blogger envolve muito mais que aquilo que pensavam e acabam por deixar os blogs literalmente às moscas.

No entanto, existem aqueles que acabam por gostar daquilo que estão a fazer e, apesar de não terem aquele feeling de postar obcecadamente, conseguem postar artigos de forma regular e acabam por algum tempo a ganhar reconhecimento por isso. Para esse reconhecimento, muito contribuem as RSS feeds e os agregadores de blogs que conseguem tornar o seu site mais visível aos mundo dos outros. Sem esquecer o nosso grande amigo Google, que através da optimização do blog para ser mais SEO friendly, consegue trazer resultados verdadeiramente surpreendentes, e outros serviços como o digg ou o domelhor.

Mas não é sobre formas de melhorar o nosso blog que quero falar, que já existem os suficientes que se dedicam a esses assuntos 24/7, vou apenas dar dois exemplos, a Tugatrónica e a TugaSport. Digo estes, porque são aqueles aos quais estou mais ligado.

Tugatrónica

No caso da Tugatrónica, com ano e meio de existência, tem batido recordes atrás de recordes. As visitas ao blog têm subido bastante desde o lançamento do novo tema (inícios de Março), houve um aumento de 43% de leitores de feeds, comparativamente ao ano passado e os comentários surgem com grande naturalidade. Em muito contribuiu, uma mudança de atitude desde Dezembro do ano passado onde passou a existir uma melhor organização entre a equipa e, na minha opinião, de artigos com melhor qualidade do que antes. Esperava que fosse melhor mas, respeito a vida deles e, citando Scolari, “temos que sonhar né?”.

TugaSport

Do lado oposto, temos o TugaSport que tem sido até à alguns dias atrás, um projecto inacabado destinado ao fracasso. A razão é simples, no momento actual, estou sem tempo para postar com a regularidade que gostava. Estou nos meus últimos meses (ainda não acredito) de faculdade e pouco tempo tenho para passar no computador para além de trabalhos e relatórios e projectos. Para além disso, a minha vida social também tem que ser levado em conta. Mas, lá convenci-me a mim próprio para voltar a apostar no blog de desporto do Webtuga. Para reanimar aquilo, sugeri ao cenourinha mudar o tema e implementar algumas novas funcionalidades. Essas funcionalidades, vão ser gradualmente colocadas visto que nem eu , nem ele temos tempo para tratar de uma só vez. Afinal, é o desporto e particularmente o futebol que o povo português vive. E é isso que temos que nos guiar e usar a Tugatrónica como exemplo, com paciência chega-se lá.

post

Sou blogger, sou escritor (mesmo escrevendo mal)?

Sou blogger, sou escritor (mesmo escrevendo mal)?Outra questão bastante pertinente. Calhou eu ir parar ao BloggingTips, um site que pelo nome já devem saber do que trata. Foi lá que encontrei um artigo da Elaine Ramos: “I’m a Blogger, Am I a Writer?“, no qual ela estabelece diferenças entre a actividade de blogger e a actividade de escritor. Gostei tanto do artigo que resolvi partilhá-la aqui com vocês.

Na minha modesta opinião, tal como Elaine, ser blogger é ser uma espécie de escritor. Não só por isto exige alguma dedicação do mesmo, como também alguma pesquisa no que torna a elaboração de conteúdos. No entanto, poderíamos considerar blogging como a escrita do futuro. Muitos autores, especialmente jornalistas, começam a colocar as suas opiniões/visões na Internet. Para além de poder atrair mais público a nível global, ela também traz algumas poupanças no que toca a publicações de livros. Mas, o acto de blgging também deva exigir alguma edição de conteúdo, uma pessoa capaz de escolher aquilo que interessa e não interessa. Embora em blogs pessoais isso não seja válido, nos blogs “da especialidade” isso acontece (por exemplo: BloggingTips).

Verdade seja dita também, nem toda a gente é escritor. Logo, nem todos podemos nos considerar bloggers. Há uns que têm o dom da escrita e outros que simplesmente nem querem saber disto para nada. Eu diria que estou entre o meio termo. Tenho consciência que escrevo bem a nível estrutural mas não a desenvolvimento. Tenho uma ligeira dificuldade de apresentar argumentos, o que se traduz na vida “lá fora” (entenda-se longe dos computadores) onde raramente costumo participar em debates ou discussões e opto por ficar calado e ouvir atentamente. E foi por essa razão que fui parar a outro artigo do BloggingTips, desta vez escrita por Sara Christensen: “…But I’m a Terrible Writer!“, onde tenta guiar-nos para um blog com conteúdo legível e atractivo.

Se precisam de referências, prestem atenção aos textos do Bruno Miguel no seu blog e no Webtuga e aos textos do tiagotex na AppleTuga. Conteúdos interessantes, vastos, bem escritos e, acima de tudo, pessoais (é isso que interessa, não fazer copy paste de uma coisa que já existe).