Novo visual, novo fundo no Twitter e novo domínio

Tenho andado estes dias bastante ocupado. Para além das minha aventuras na Interwebz estou a rever o relatório do meu projecto final de curso que já devia ter sido revisto em Janeiro, de forma a entregar a versão final ao orientador. Falta de vontade, tempo e por vezes esquecimento são factores que nunca deveriam ter-me influenciado se tivesse decidido fazer tudo logo ao início. Mas, sejamos sinceros, uma pessoa acaba a faculdade, após meses e meses a trabalhar no Projecto Final e ainda tem que rever um relatório? 3 meses depois, até é vergonhoso entregar isto. :/

Bem, mas vamos esquecer isso e passar para o assunto deste post. Adoptei um novo look. Passei a ter uma pêra na cara, ao invés da barba de 3 dias por fazer. Decidi isto quando estava a fazer a barba e experimentei para ver como ficava. Gostei. O resto do pessoal da casa também gostou (não sei quanto ao meu pai mas ele não liga a estas coisas). A minha avó também gostou e até ao momento ainda ninguém me disse o contrário. Vou ter que saber como apará-lo para mantê-lo limpo e atraente.

Perdi também algum tempo a costumizar a imagem de fundo do meu Twitter.  Tecnicamente deveria ter ficado como a imagem em baixo mas devido à resolução de vários monitores não consegue captar tudo. Isto é, quem tem um monitor widescreen vai ver tudo bem enquanto nós, os leigos que resoluções mais baixas podem ver alguma coisa cortada. Mas não faz mal. Assim que o Twitter deixar costumizar com css o nosso perfil corrijo esse problema. Valeu a pena fazer o fundo, aprendi algumas coisas no Photoshop bem como no Gimp e não poderia deixar de referenciar a ajuda preciosa do Macbridge (@inversu).

Twitter template

Para além disso, caso ainda não tenham reparado, este blog passou agora a ter domínio próprio! Há muito tempo que estava a pensar em adquirir um domínio só meu. E graças a isso, passei a perceber a necessidade dos nameservers, o redireccionamento 301 e a utilidade do ficheiro .htaaccess. Sem esquecer que agora basta escrever .com ao invés do webtuga.net. xD

Num futuro post explico aquilo que fiz, já que tive que andar a pesquisar para ver como é que fazia a transferência de domínio mantendo as visitas e os bots do Google. 🙂

post

Tuxs de todas as formas e feitios

Para mim, é importante cada pessoa ter um tux no qual se identifica, no meu caso optei pelo Tux-Teacher que basicamente traduz aquilo que sou, uma pessoa que está sempre a ajudar e tenta explicar o melhor que sabe na área que conhece, pelo menos é o que diz o pessoal da faculdade. Dizem que tenho jeito, se bem que não me vejo a exercer essa profissão (sou um bocado tímido e fico muito nervoso quando todos estão a olhar para mim).

Basta o desenho de um pinguim aparecer em qualquer lugar (site, revistas, livros, etc) para que muitas pessoas com conhecimentos de informática associem a imagem logo ao Linux. Para quem não sabe, o Tux é a mascote oficial do GNU/Linux. Foi criado para um concurso de logótipos para Linux por Larry Ewing através do GIMP e tornou-se num ícone para a comunidade Linux e Open Source. É frequentemente vestido ou retratado de maneiras diferentes, dependendo do contexto. Existem várias versões do Tux na Internet. A que tem feito mais sucesso ultimamente é a 2ª versão do pinguim criado para os ícones Crystal.

O primeiro Tuz criado por Larry Ewing

O meu primo, o CrossIron do Gametuga (que por acaso faz hoje anos, logo PARABÉNS!!!!), arranjou-me um pack de tuxs bastantes porreiros. Fiquei tão contente que resolvi partilhar com o resto do pessoal.

Pack de Tuxs

O pack contém cerca de 950 Tuxs para dar e vender!

Pack de Tuxs (~60MB)
Download