post

Primeiras impressões do OpenSuse

E pronto. Em noite de Óscars, lá acabei de instalar o OpenSuse. As minhas primeiras impressões são bastantes positivas:

Instalação: A instalação levou cerca de 1 hora e poucos. Durante esse tempo fui sendo guiado passo a passo para proceder à correcta instalação. Perdi um bocado de tempo a configurar as minhas partições, pois não queria fazer asneira e perder as partições do Windows que tenho. Fiz backup mas voltar a instalar aquilo tudo ui (tempão danado), mas correu tudo bem. Detectou a minha placa Wireless e de rede muito bem. O problema mesmo foi a placa de som que (tal como acontecia aquando da instalação do Ubuntu), só dá música quando estou com os fones. As minhas colunas internas esquece. Se bem que ainda não dei uma grande vista de olhos ainda. De resto tudo bem. Neste ponto, posso considerar-me muito satisfeito. 😀

OpenSuseDesktop

Desktop: Adoro o verde (mesmo que o Sporting tenha perdido hoje mas isso já devíamos estar habituados). Escolhi como podem ver pela imagem o GNOME, já que o KDE, mesmo que tenha mais opções não me convence. O menu é bastante porreiro. Gosto como está organizado, tem o botão de procurar, mostra-nos as aplicações favoritas (Firefox, Banshee, Open-Office Writer, Nautilus, F-Spot e Evolution) e as aplicações recentes. Para além disso conta com 3 tabs: Aplicações, Documentos e Places, sendo que a das Aplicações está como default. Ao lado um menu com as propriedades de sistemas e uma coisa que achei bastante porreia: o Status (espaço de disco ocupado e estado da minha ligação Wi-Fi).

Usabilidade: Até agora 5 estrelas.

Vamos lá ver isto se mantém. Até agora estou impressionado. :mrgreen:

Actualização 11/03/08 – Em resposta ao comentário do Hugu coloquei uma nova imagem do meu ambiente de trabalho. Desta vez no KDE:

Screenshot KDE

post

Tutorial: Título de janela demasiado grandes

Procedi a uma nova instalação do Ubuntu 7.10 e encontrei novamente alguns problemas que tive inicialmente com o Gutsy Gibbon.

Uma delas era o facto de no ecrã de login e no GNOME, ficar com a fonte dos títulos demasiado grandes. Um exemplo:

Janela Enorme

Andei no google a pesquisar várias maneiras de como resolver o problema. Uma delas era alterar no System > Preferences > Appearance o Window Title Bar para 1 em vez de 10 (se bem que isso pouco ajudava na janela do login). Outra opção, visto tratar-se obviamente do aspecto gráfico do nosso monitor, a placa gráfica poderia ser a responsável, logo tentava-se alterar para uma resolução maior o nosso desktop. Eu prefiro alterar a resolução através do comando: sudo dpkg-reconfigure-phich xserver-xorg

Mas aí pouco mudava no meu caso, já que ficava com o mesmo problema. Depois encontrei uma solução que me funcionou:

Escrevam na consola: sudo gedit /etc/gdm/gdm.conf

Procurem pelo seguinte secção:

[server-Standard]

name=Standard-server

command = /usr/bin/X -br -audit 0

Alterem a última linha para: command = /usr/bin/X -br -audit 0 -dpi 96

Depois é só reiniciar (não apenas reiniciar o X).

Funcionou comigo. Fiquei com tudo como deveria estar: login, desktop e título das janelas normais. 🙂