post

Memristor: Adeus memórias magnéticas

Junta-se assim aos condensadores, às resistências e às bobines, aquilo que chamam o quarto elemento fundamental de um circuito. Chamado de “Memristor” (memory-resistor), esta descoberta através dos laboratórios de pesquisa da HP pode revolucionar a maneira pelo qual os circuitos armazenam informações visto que tem a capacidade de reter a história da informação que adquiriu.

Memristor

A HP afirma que, a partir do memristor, novos tipos de memórias poderiam ser desenvolvidos para substituir a DRAM, que perde a informação quando não tem energia e precisa de reiniciar. O que não acontece com o memristor: não se perde dados, consome-se muito menos energia e não é preciso reiniciá-las. Isso significa que, se fabricados à escala industrial com as mesmas características dos protótipos de laboratório, poderá estar aberto o caminho para o desenvolvimento de computadores que não perdem dados quando desligados da tomada! Podem saber mais informações através dos seguintes sites: