post

O preço da fama

No passado sábado ocorreu a final do Britains Got Talent 2009. Graças ao YouTube pude seguir activamente todos os programas desde que esta começou no início de Abril. Tinha como favoritos para vencer a final, Susan Boyle, Jamie Pugh, Hollie Steel e o grupo Diversity, sendo que Jamie Pugh era de facto, o meu preferido para vencer toda a competição.

Depois da desilusão que foi Jamie Pugh na semi-final, fruto do seu enorme nervosísmo e falta de sincronismo, as minhas atenções viraram-se para os Diversty e para quem poderiam fazer-lhes frente. A pequena Hollie, corajosa ou não, foi riscado da minha lista devido a fraca prestação na semi-final – porque é que uma menina de 10 anos pode repetir e ou outros não? – ficando apenas, Susan Boyle e os Diversity.

Conhecendo a famosa pressão dos media britânicos, Susan Boyle pelos vistos teve uma semana muito difícil antes da grande final e, agora com a final concluída, a senhora de uma pequena aldeia de Escócia com uma voz angelical não conseguiu aguentar a popularidade mundial que obteve e foi internada num hospital psiquiátrico.

Bem se viu na altura do anúncio do vencedor que a Susan estava bastante nervosa e quase a desmaiar. É o preço da fama: uns aguentam, outros não conseguem. Só espero que os Diversity tenham uma carreira de sucesso. Muitos dizem que a Susan desiludiu na final. Eu não acho isso, os Diversity foram apenas os melhores de toda o evento.

Nota: Stavros Flately foram estupidamente incríveis 🙂

post

A pressão dos media faz destas coisas

Embora a imprensa nacional esteja a fazer um grande drama aos recentes casos do Bairro da Belavista em Setúbal (acreditem que andam que eu tenho fontes fidedignas na zona que me confirmaram isto, embora eu saiba que aquela zona é uma das áreas mais críticas da península), nem sempre a pressão dos media é .

Graças a um esforço conjunto entre os jornais britânicos The Sun e Daily Mail e a comunidade online – através do Facebook, a Marks & Spencer baixou em 2.2 euros o preço dos soutiens de maior tamanho! Os argumentos do gigante retalhista são simplesmente estas: era necessária mais mão-de-obra para produzir os soutiens de maior tamanho.

A campanha lançada, chamada docilmente de “Busts 4 Justice”, obrigou a empresa a pedir desculpa às consumidoras e a oferecer um desconto de 25% em todos os soutiens nas próximas semanas.

Não será uma forma flagrante de discriminação? Cobrar mais por grandes peitos é como pedir a obesos para pagarem um duplo bilhete de avião. É a verdadeira estigmatização de uma sociedade diferente…

post

Artigo de teste de funcionalidades do WordPress 2.5

Vou agora testar algumas novas funcionalidades da nova versão do WordPress. Vou ver se o “Add Media” está a funcionar correctamente:

Adicionar uma imagem:

Paulo Bento - Tranquilidades

EDIT: Aprovado

Adicionar um vídeo:

Funny compilations

EDIT: Reprovado! Queria embebido!

Adicionar um ficheiro de áudio: My name is Licoln by Steve Jablonsky

EDIT: Reprovado! Queria embebido!

Adicionar um ficheiro normal:  placasci.pdf

EDIT: Aprovado

Não estou satisfeito. Sempre era mais fácil ter que colocar o url das coisas em vez de ter que ir buscar o código embedded.