post

“Cavaco Silva” no Twitter

Com que então o nosso estimado Presidente da República Cavaco Silva aderiu ao Twitter. Tomara que fosse mesmo ele mas, na realidade é o Twitter da Presidência da República. Isto significa que agora será possível acompanhar a agenda de Cavaco Silva.

Cavaco Silva no Twitter

A Presidência da República iniciou hoje a sua presença oficial na rede social Twitter. Através da mesma irá ser possível uma nova forma de acompanhamento da actualidade do Presidente da Republica, a sua agenda, intervenções, visitas e outras iniciativas.

O serviço irá permitir o envio de pequenas mensagens de texto que descrevam iniciativas e eventos organizados pela Presidência da República. Qualquer cidadão que se inscreva na rede social ‘Twitter’ e que subscreva o utilizador ‘presidencia’ passa a ter acesso ao serviço

O desenvolvimento desta rede social tem vindo a ser observada pela Presidência da República, sendo considerada importante uma presença num espaço de partilha de informação com crescente utilização por parte dos utilizadores portugueses.

Agora o pessoal vai todo enviar uns tweets a dizer ao Cavaco para mandar o Sócrates baixar os impostos. 😀

Para aqueles interessados em seguir o Twitter da Presidência da República podem fazê-lo pelo seguinte link: http://twitter.com/presidencia.

post

Obama vs Clinton com Magic Wall pelo meio

Não tenho por hábito seguir a política ao detalhe. Sei por alto como vão as coisas (más) e sei quais são os acontecimentos mais importantes na política internacional. Ora ontem de madrugada calhou a televisão estar ligada na CNN. A notícia do dia pelas terras do Uncle Sam era mesmo as primárias em Vermont, Rhode Island, Texas e Ohio, sendo que estas duas últimas eram as mais importantes e onde era impossível declarar um vencedor à partida.

Durante todo o programa tive a oportunidade de ver o multi-touch da Perspective Pixel ou o Magic Wall como chama (aquilo é mesmo lindo!). O jornalista mostrava em cada cidade do Texas e clicava numa região, e a mesma aumentava e mostrava a percentagem de votos ganha de cada candidato. Depois, afastava os dedos, do centro do mapa, para as extremidades, e o mapa do estado ampliava-se. E assim consequentemente durante todo o tempo que estive acordado. Não sabia que a CNN já tinha recurso a esta tecnologia. Fui ao YouTube e encontrei que já antes tinham usado isto, na altura do Super Tuesday.

Bem, sonhando à parte e voltar à realidade. Do lado dos Republicanos, já se esperava John McCain como o candidato à Casa Branca. A incógnita estava (e ainda está) no lado dos Democratas, ou Obama ou Clinton. Os cidadãos de Vermont e Rhode Island votaram naqueles que à partida previa-se: o primeiro em Obama e o segundo em Hillary. A festa das Primárias estava mesmo concentrada nos estados de Ohio e Texas. Em Ohio, Hillary Clinton conseguiu cerca de 54% dos votos. Estava 2-1 para Clinton.

Em Texas, Obama estava na frente, até que Hillary com um golpe de génio consegue ultrapassar o seu inimigo e ganha cerca de 51% dos votos daquele estado. Resultado: 3-1 a favor da mulher de Bill Clinton.

Até este ponto, parece que está decidido, Clinton é a candidata democrata a Washington. Enganam-se. Para já, porque faltam ainda outros estados e porque existe uma coisa nos Estados Unidos, delegados e a maioria foi conquistada por Obama.

Resumindo, Clinton ganha o voto popular mas Barack Obama é quem tem o poder. Nunca se viu nada assim! É um combate de boxe autêntico! Toma lá, dá cá. Têm até à Convenção do Partido Democrata para conquistarem o máximo de delegados possíveis: 2.025. Vamos lá ver o próximo round. Quem ficará KO?

Obama-Clinton