Sabes que estás a viver em 2008 quando

1. Acidentalmente introduzes a tua password no microondas.

2. Há anos que não jogas paciências com cartas de papel.

3. Tens uma lista de 10 números de telefone para falar com a tua família
de 3 pessoas.

4. Envias um e-mail ou ligas-te ao Messenger para conversares com a pessoa
que trabalha na mesa ao lado da tua.

5. A razão porque não falas há muito tempo com alguns familiares é
desconheceres os seus endereços electrónicos.

6. Usas o telemóvel na garagem de casa para pedir a alguém que te ajude a
levar as compras.

7. Todos os anúncios da TV têm um site indicado na parte inferior do ecrã.

8. Se te esqueces do telemóvel em casa, coisa que não tinhas há 20 anos,
ficas apavorado e voltas para buscá-lo.

10. Levantas-te pela manhã e quase que ligas o computador antes de tomares
o pequeno-almoço.

11. Conheces o significado de lol, tbm, qdo, xau, msm, dps…

12. Não sabes o preço de um envelope comum.

13. Para ti ser organizado significa ter vários bloquinhos, uma agenda
electrónica ou coisas do tipo.

14. A maioria das anedotas que conheces, recebeste por e-mail (e ainda por
cima ris-te sozinho…).

15. Dizes o nome da firma onde trabalhas quando atendes o telefone na tua
própria casa (ou até mesmo o telemóvel!).

16. Marcas o ‘0′ para telefonar de tua casa.

17. Vais para o trabalho com preguiça quando o dia ainda está a clarear e
voltas para casa quando já escureceu de novo.

18. Quando o teu computador pára de funcionar, parece que foi o teu
coração que parou.

19. Estás a ler esta lista e estás a concordar com a cabeça e a sorrir.

21. Estás a concordar e tão interessado na leitura que nem reparaste que a
lista não tem o número 9.

21. Foste verificar se é verdade que falta o número 9 à lista e nem viste
que tem dois números 21.

22. AGORA ESTÁS-TE A RIR CONTIGO MESMO…

Esta lista está simplesmente um espanto. Retirei-a do blog Conversa com os Bits. 😛

post

Computação Ubíqua é o futuro

TecnologiaA disciplina de Sistemas Embebidos na faculdade tem sido bastante interessante sobre este tema. Ao longo das aulas, cada grupo tem que fazer uma apresentação com base em artigos que envolvem a computação ubíqua fornecidos pelo professor, com permissão para explorar outros artigos que encontrásse-mos durante a pesquisa para o nosso tema.

Posso dizer que já aprendi coisas bastante interessantes: Smart Buildings, RFID, sem esquecer a “Internet 0” que foi aquele que apresentei, juntamente com o meu colega à 2 semanas atrás. Acontece que este tema é bastante interessante e andava à procura de uma fácil explicação para explicar o que consiste a computação ubíqua.

Acabei por encontrar uma definição porreira no site da Peopleware, pelas mãos do Pedro Pinto, curiosamente publicado dois dias antes da minha apresentação:

“Marc Weiser, considerado o pai da computação ubíqua, previu há uma década atrás que no futuro, os computadores habitarão nos mais triviais objectos: etiquetas de roupas, chávenas de café, interruptores de luz, canetas, etc, de forma invisível para o utilizador.

Neste mundo de Weiser, devemos aprender a conviver com os computadores, e não apenas interagir com eles. Segundo a visão de Mark Weiser – “centenas de minúsculos computadores interagem e integram-se no ambiente de um modo tão natural que deixamos de ter a percepção da sua existência”.

A ideia básica da computação ubíqua é que a computação move-se para fora das estações de trabalho e computadores pessoais e torna-se pervasiva (implica que o computador está inserido no ambiente de forma invisível para o utilizador) na nossa vida quotidiana.

A computação ubíqua é uma área integradora de várias competências – programação; engenharia de software; sistemas de informação; inteligência artificial; redes; sistemas distribuídos.”

Podem ler o resto do artigo aqui.

post

Memristor: Adeus memórias magnéticas

Junta-se assim aos condensadores, às resistências e às bobines, aquilo que chamam o quarto elemento fundamental de um circuito. Chamado de “Memristor” (memory-resistor), esta descoberta através dos laboratórios de pesquisa da HP pode revolucionar a maneira pelo qual os circuitos armazenam informações visto que tem a capacidade de reter a história da informação que adquiriu.

Memristor

A HP afirma que, a partir do memristor, novos tipos de memórias poderiam ser desenvolvidos para substituir a DRAM, que perde a informação quando não tem energia e precisa de reiniciar. O que não acontece com o memristor: não se perde dados, consome-se muito menos energia e não é preciso reiniciá-las. Isso significa que, se fabricados à escala industrial com as mesmas características dos protótipos de laboratório, poderá estar aberto o caminho para o desenvolvimento de computadores que não perdem dados quando desligados da tomada! Podem saber mais informações através dos seguintes sites:

post

Os 101 sites mais úteis da Internet

Websites

O Telegraph publicou uma lista onde apresenta os 101 sites mais úteis da web. A lista está dividida nas categorias de Tecnologia, Entertenimento, Conselhos/Informação, Casa/Lar, Social e Viagens.

Destaca-se essencialmente a presença do inevitável Google, Technorati, Engadget, Instructables, HowStuffWorks, Flickr, WordPress, Facebook, Digg, Wikipedia e o site de leilões Ebay.

É claro que isto é apenas uma pequena amostra da web mas são, sem dúvida, sites muito úteis 😆

post

Obama vs Clinton com Magic Wall pelo meio

Não tenho por hábito seguir a política ao detalhe. Sei por alto como vão as coisas (más) e sei quais são os acontecimentos mais importantes na política internacional. Ora ontem de madrugada calhou a televisão estar ligada na CNN. A notícia do dia pelas terras do Uncle Sam era mesmo as primárias em Vermont, Rhode Island, Texas e Ohio, sendo que estas duas últimas eram as mais importantes e onde era impossível declarar um vencedor à partida.

Durante todo o programa tive a oportunidade de ver o multi-touch da Perspective Pixel ou o Magic Wall como chama (aquilo é mesmo lindo!). O jornalista mostrava em cada cidade do Texas e clicava numa região, e a mesma aumentava e mostrava a percentagem de votos ganha de cada candidato. Depois, afastava os dedos, do centro do mapa, para as extremidades, e o mapa do estado ampliava-se. E assim consequentemente durante todo o tempo que estive acordado. Não sabia que a CNN já tinha recurso a esta tecnologia. Fui ao YouTube e encontrei que já antes tinham usado isto, na altura do Super Tuesday.

Bem, sonhando à parte e voltar à realidade. Do lado dos Republicanos, já se esperava John McCain como o candidato à Casa Branca. A incógnita estava (e ainda está) no lado dos Democratas, ou Obama ou Clinton. Os cidadãos de Vermont e Rhode Island votaram naqueles que à partida previa-se: o primeiro em Obama e o segundo em Hillary. A festa das Primárias estava mesmo concentrada nos estados de Ohio e Texas. Em Ohio, Hillary Clinton conseguiu cerca de 54% dos votos. Estava 2-1 para Clinton.

Em Texas, Obama estava na frente, até que Hillary com um golpe de génio consegue ultrapassar o seu inimigo e ganha cerca de 51% dos votos daquele estado. Resultado: 3-1 a favor da mulher de Bill Clinton.

Até este ponto, parece que está decidido, Clinton é a candidata democrata a Washington. Enganam-se. Para já, porque faltam ainda outros estados e porque existe uma coisa nos Estados Unidos, delegados e a maioria foi conquistada por Obama.

Resumindo, Clinton ganha o voto popular mas Barack Obama é quem tem o poder. Nunca se viu nada assim! É um combate de boxe autêntico! Toma lá, dá cá. Têm até à Convenção do Partido Democrata para conquistarem o máximo de delegados possíveis: 2.025. Vamos lá ver o próximo round. Quem ficará KO?

Obama-Clinton