post

Junho, o mês sem dormir

Se eu pensava que quase não dormia nada este último mês por causa dos trabalhos da faculdade, então o mês de Junho é que não vou dormir de certeza. É o mês das decisões, o mês da entrega dos trabalhos, o mês do café, o mês das noitadas, o mês sem os fins de semana, o mês do tudo ou nada.

Trabalho e mais trabalho

Estou literalmente lixado com F maiúsculo. Para além de estar ocupado com o meu projecto final ainda tenho que trabalhar num sensor de ultrasons a comunicar com o PC para receber a informação da distância dos objectos. E depois para a cadeira de SEI (basicamente automação), trabalhar na melhor forma de enviar encomendas de paletes de leite (os grafcets vão ser tramados). Sem esquecer, simular um robô via Stage/Player para Sistemas Embebidos.

Quem me dera ter um comando como o do Adam Sandler no filme Click e avançar 4 meses 😐

Começo já amanhã a ir à noite para a faculdade. Domingo estou lá todo o dia. Wish me luck…

post

É uma vergonha

Isto sempre foi o dilema de todos nós, nestes últimos anos, mas só agora é que reparo que isto começa a ter efeitos na minha vida diária. É uma autêntica vergonha o preço da gasolina e do gasóleo em Portugal.

Cerca de 6/8 meses atrás com 20€ podia fazer cerca de 80Km durante 4 dias quando vou para a faculdade. Agora, esses mesmos 20 euros nem dão para 3 dias. É completamente ridículo. Enquanto que, por exemplo, Espanha ainda tem combustível mais barato (diferença de 15 cêntimos), andamos aqui a encher os cofres de empresas como a GALP, BP ou Shell que todos os anos lucram mais e mais. É pena que o investimento em carros híbridos não consiga resolver este problema. O meu pai é que sabe a toda, pode um gajo dar um peido que a gasolina sobe. O Chelsea perde, a gasolina sobe.

Gasolina tá cara

O problema está nas pessoas que não podem entrar em greves ou motins por causa disso. Têm trabalho e precisam do combustível para ir trabalhar para trazer dinheiro para casa. Verdade seja dita, também que o pessoal podia apanhar os transportes mas, da maneira como os bilhetes estão caros e o tempo de espera entre transportes são factores extremamente prejudiciais, o pessoal não recorre a este meio.

O meu pai disse que, durante a década de 70, houve uma crise petrolífera que os preços tiveram que baixar drasticamente. Será que isso poderá voltar a acontecer? Ao estado que as coisas vão duvido.

post

Inauguração de página de Downloads

Quando me iniciei no mundo dos blogs sempre quis criar uma página onde pudesse divulgar todos os trabalhos que fiz ao longo da minha vida de estudante. Não é para me gabar, mas tenho por hábito ter muito orgulho nos meus trabalhos, visto que considero o trabalho escrito muito importante, sendo inclusive muito picuinhas quando os faço. E sei o que um estudante passa por tentar encontrar referências bibliogŕáficas decentes.

E agora ao fim deste tempo todo (já vão quase 2 anos), finalmente inauguro essa página!

Como primeiro trabalho, apresento-vos este trabalho de pesquisa que tive que fazer para a disciplina de Inglês Técnico. Um trabalho que me permitiu fazer a cadeira com 17 valores no qual falei sobre o Amplificador Operacional 741, ou o AmpOp 741, o mais famoso amplificador conhecido. Foi criado por Dave Fullagar para a Fairchild Semiconductors.

Operational Amplifiers

Tratando-se da disciplina de Inglês Técnico, é natural que o trabalho esteja feito em Inglês (língua essa que todos devem saber). Deixo-vos uma amostra (e este parágrafo deixou-me muito orgulhoso):

Nowadays, we live in a world “obsessed” to make even smaller electronic technology such as cell phones, computers, watches, TVs, videos, radios, etc. This insatiable quest for miniaturization was impossible before the stage of solid-state electronics. Everybody knows about the importance of transistors (1947) in electronics history. But the next stage of Integrated Circuits (multiple number of transistors and passive components, interconnected in a piece of silicon or other semiconductor material with 1cm2 or smaller), truly advanced with this process. However, the operational amplifiers (commonly known as op amps) were even more important.

O trabalho está disponível na página Downloads 😀

post

Tugatrónica V2.0: 2º dia de trabalho concluído

Hoje acabo mais cedo o trabalho, a nível visual, o pessoal não vê grandes alterações mas já traduzi a theme toda para o português PT (sim porque aqui não há brasileiradas) e tive ocupado a tarde toda a tentar ajeitar a barra webtuga. Parece simples, mas para quem não conhece CSS muito bem leva-se tempo a implementar as coisas simples. Mas acima de tudo, o dia de hoje foi termos de validações: CSS  e XHTML validated.  🙂

A razão de acabar mais cedo é simples: fiz download do LiveCD do OpenSuse e agora vou experimentar aquilo. Com um conhecimento básico de Ubuntu e uma experiência de 3 dias com o Mandriva vamos lá ver como corre desta vez.

Amanhã é dia de trabalho, logo só à noite é que vou proceder a alterações.

OpenSuse

Há dias em que tudo corre bem

Agora como estou de férias da faculdade (com as notas que tive escuso de ir fazer os exames xD) e após uma semana sem fazer ponta de um corno, lá veio o período em que um gajo tem que ir trabalhar para ganhar umas coroas. É o que estou a fazer. Estou a trabalhar com o meu velho na construção de um hospital de animais em Oeiras.

O projecto está a avançar e eu comecei na minha fase preferida: electricidade. Sou eu que estou a pôr os tubos, os fios e a montar as tomadas, casquilhos e testar circuitos. Não é bem a minha área mas tive que aprender estas bases. Tenho as mãos todas lixadas só de andar a puxar fio mas compensa no fim (dinheiro hmmmmm).

Ao menos, enquanto uma pessoa está entretido a trabalhar, não gasta dinheiro em coisas estúpidas como um pacote de batatas fritas ou o almoço ou mesmo o café (as minhas despesas são exactamente zero!) É isso que dá quando se trabalha com o pai. Bastante porreiro.

A minha condição é apenas uma: ir ver os jogos do Sporting ao estádio. E estando em Oeiras e sair do trabalho às 20:05 para estar no estádio às 20:45, com o trânsito típico de Lisboa e chegar lá em menos de 10 minutos é obra! (o meu cota é o maior quando está na estrada. Nem dão por ele!). E ver o Sporting a ganhar 2-0 de forma convincente para terminar o dia de trabalho é excelente.

Ah, almocei no meu restaurante favorito também (já não comia lá faz algum tempo). Há dias em que tudo corre bem ;-D