post

#1 Porta série: Introdução

A transmissão em série permite transferir informação em longas distâncias por um único fio condutor, ao contrário da transmissão em paralelo que necessita de vários fios para levar a informação, o que significaria mais custos. Neste tipo de transmissão, os bits são enviados um a um, sequencialmente e normalmente com o bit menos significativo (LSB) primeiro.

Transmissão em série

Existem dois modos de transmissão na comunicação em série: síncrono ou assíncrono. Na transmissão síncrona, os dois dispositivos (emissor e receptor) devem possuir o mesmo sinal de relógio de modo a enviar e receber os dados sincronizadamente para evitar a perda de dados. No caso assíncrono, cabe ao emissor e ao receptor definirem os ciclos de tempo para saber quando cada bit é inicializado ou finalizado.

Os dispositivos que utilizam a transmissão em série podem ser divididos em 3 tipos:

Tipos de Transmissão

  • Simplex, onde a comunicação é efectuada apenas de um lado. Por exemplo, uma estação de rádio.
  • Half-duplex, onde a comunicação pode ser feita entre os dois blocos, mas numa direcção apenas. Por exemplo, um central de táxis a comunicar com as suas viaturas.
  • Full-duplex, onde a comunicação é feita bidireccionalmente (enviar e receber ao mesmo tempo). Por exemplo, um telefone (se bem que seria impossível entender o que se falava).

Próximo artigo: #2 Porta série: Interface série